I Have a Disorder

Posted 1 day ago with 9,076 notes
originally lastradioofearth

- Está amando?
- Sim.
- Quem?
- Eu mesmo. É desse amor que eu preciso pra viver; amor-próprio.
Marcello Henrique.
(via sou-inseguro)

Posted 1 day ago with 20,787 notes
originally sou-inseguro

Existem duas maneiras de um homem amar verdadeiramente uma mulher, a primeira é quando ele se torna o melhor amigo dela e depois se apaixona; mas existe uma outra, que é quando ele se apaixona e depois aprende a ser o seu melhor amigo.
Autor Desconhecido.   (via deontemem-diante)

Posted 1 day ago with 24,868 notes
originally percebeu


Posted 1 day ago with 9,243 notes
originally itcuddles

O tempo cura tudo. Só não cura o tempo que você perdeu esperando o tempo passar para curar tudo o que você teria ganho se não tivesse esperado tanto tempo.
Eu me chamo Antônio. (via nobroke)

Posted 1 day ago with 5,103 notes
originally detentor


Posted 1 day ago with 18,798 notes
originally bicicletaparadois


Posted 1 day ago with 5,091 notes
originally c-isnenegro

— Foi amor?
— O amor ficou, ela é que se foi.
Querido John.    (via deontemem-diante)

Posted 1 day ago with 25,893 notes
originally querido--john

Além do mais, como a morte podia ser “instantânea”? Quanto tempo é um instante? Um segundo? Dez? A dor que ela sentiu nesses poucos segundos deve ter sido horrível. Seu coração foi esmagado, o pulmão parou de funcionar, e não havia nem ar nem sangue em sua cabeça, apenas desespero. Mas que diabos significa “instantâneo”? Nada é instantâneo. Arroz instantâneo leva cinco minutos, pudim instantâneo uma hora. Duvido que um instante de dor intensa pareça instantâneo.
Quem é você, Alasca?  (via deontemem-diante)

Posted 1 day ago with 5,458 notes
originally distanciarei


Posted 1 day ago with 2,912 notes
originally decisivo

Meu maior medo é viver sozinho e não ter fé para receber um mundo diferente e não ter paz para se despedir. Meu maior medo é almoçar sozinho, jantar sozinho e me esforçar em me manter ocupado para não provocar compaixão dos garçons. Meu maior medo é ajudar as pessoas porque não sei me ajudar. Meu maior medo é desperdiçar espaço em uma cama de casal, sem acordar durante a chuva mais revolta, sem adormecer diante da chuva mais branda. Meu maior medo é a necessidade de ligar a tevê enquanto tomo banho. Meu maior medo é conversar com o rádio em engarrafamento. Meu maior medo é enfrentar um final de semana sozinho depois de ouvir os programas de meus colegas de trabalho. Meu maior medo é a segunda-feira e me calar para não parecer estranho e anti-social. Meu maior medo é escavar a noite para encontrar um par e voltar mais solteiro do que antes. Meu maior medo é não conseguir acabar uma cerveja sozinho. Meu maior medo é a indecisão ao escolher um presente para mim. Meu maior medo é a expectativa de dar certo na família, que não me deixa ao menos dar errado. Meu maior medo é escutar uma música, entender a letra e faltar uma companhia para concordar comigo.
Fabrício Carpinejar.  (via nobroke)

Posted 1 day ago with 4,135 notes
originally umultimoadeus

Eu só quero voltar a ser quem eu sou realmente e fazer o que eu gosto e tenho vocação, que é ficar solitário, melancólico e emburrado em casa, bebendo meu vinho agarrado no meu Hemingway, ouvindo o ruído da chuva na janela, vestindo roupas de algodão e adormecendo no sofá com a porcaria da TV.
Gabito Nunes.  (via supostos)

Posted 1 day ago with 1,351 notes
originally perigeu

Guarde suas expectativas. Ou se possível, não crie expectativas. Se você espera muito e nada acontece, você se decepciona. Se você espera nada e algo acontece, você se surpreende. Você vai perceber que tudo pelo qual você se preocupou foi apenas perda de tempo. Se der certo, você se preocupou com tudo à toa. Se der errado, você se preocupou com algo que nem valia a pena ter investido o seu tempo. Pare de criar expectativas, pare de se decepcionar e se surpreenda.
Pedro Bial   (via nobroke)

Posted 1 day ago with 43,219 notes
originally sou-inseguro

Em outros tempos diria “Tomei raiva de você”. Mas nem foi raiva, vejo isso agora. É só tristeza mesmo.
Caio Fernando de Abreu. (via atribuidor)

Posted 1 day ago with 18,943 notes
originally sou-inseguro

Nessas horas sempre surge aquela tradicional perguntinha: Por que aquela pessoa pela qual você trocaria qualquer programa por um simples filme com pipoca abraçadinho no sofá da sala não despenca na sua vida?
Luis Fernando Veríssimo. (via atribuidor)

Posted 1 day ago with 23,336 notes
originally d-i-s-t-a-n-c-e